Um sonho em realidade: minha história

Eu tenho um história bonita e incomum e que tenho orgulho de contar… a história é sobre um sonho que finalmente virou realidade em 21 de Setembro de 2011, quando meu filho Thomas nasceu.

Como tudo começou …

Provavelmente quando eu tinha uns 3, 4 anos de idade. As pessoas chegavam pra mim e perguntavam  “O que você quer ser quando crescer” e a minha resposta era “mãe”.  “Não… o que você quer ser, como profissão”, eles insistiam. “MÃE”. Era minha resposta de novo. Depois de algumas vezes respondendo a mesma coisa, eu falava: tá bom, quero ser professora. ( numa tentativa de parar o questionamento.)  Como a maioria das mulheres, eu esperava “um príncipe num cavalo branco” …e com esse príncipe, construir a família dos meus sonhos. Nem tudo acontece do jeito que sonhamos e o meu grande sonho se realizou, só que de um jeito diferente.  E eu sou muito grata a ele.

Um pouco de background….

Era fim de 2010 e eu estava vivendo numa cidadezinha chamada Hershey no interior da Pensilvânia. Eu estava morando lá há 4 anos, trabalhando pra Hershey (empresa de chocolate) e tive uma ótima experiência.  Conheci pessoas maravilhosas, fiz MBA numa das top business schools e me diverti muito trabalhando. Em marketing, eu fazia inovação em chocolate pro mundo….viajei pra vários lugares interessantes como Rússia, China, Korea, México, etc.

Porém, após pensar muito, decidi que estava na hora de voltar pro Brasil. Era hora de voltar e ficar perto da minha família e meus amigos. Meus pais já não eram mais tão jovens e isso pesou muito… Achei que não valia a pena morar tão longe de todos só por causa de trabalho. Eu não queria olhar pra trás um dia e me arrepender de ter passado 10, 15 anos nos USA e potencialmente ter perdido pessoas e momentos que eram mais valiosas pra mim.
 
Importante falar que naquela época eu estava namorando com o Kirk, um homem bacana da Pensilvânia e com quem eu me relacionei por quase 1 ano. O Kirk é um pai dedicado de 2 meninas, uma pessoa inteligente e com um coração maravilhoso. Mas de alguma forma, eu sentia que nao era ele e que devia voltar pra casa.

Então eu fechei tudo por lá: sai da empresa Hershey após 8 anos, recusei uma super proposta de trabalho  na Visa em São Francisco, terminei meu relacionamento e voltei, com a certeza de que era a decisão certa. Eu senti que deveria seguir o flow e confiar…

Detalhe                                                                                                                                  Em Novembro de 2010, tomei outra decisão importante que um dia iria me ajudar a realizar meu sonho de ser mãe. Com 37 anos e praticamente voltando para o Brasil, decidi congelar meus óvulos. E fiz lá mesmo pois o tempo corria e qualquer mês a mais contava. Meus 14 óvulos ficaram guardados numa geladeirinha em Baltimore.(depois descobri que eles estavam bons : ) )

Chegando no Brasil

Em 18 de Janeiro de 2011 eu desembarquei em São Paulo.  Cheguei, passei um tempo curtindo a família, re -encontrei grandes amigos, comecei a fazer várias entrevistas de trabalho e estava curtindo meu recém adquirido tempo livre.

Depois de algum tempo num spa (afinal foram 8 anos de Hershey sendo 4 no US e vários quilinhos adquiridos….)…e algumas semanas aqui….descobri que estava grávida !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Eu confesso que fiquei assustada no começo… Sim, era o meu maior sonho, mas eu não esperava realizá-lo sozinha. Quando eu literalmente vi e senti aquela “vidinha” dentro de mim….meu coração bateu mais forte e eu sabia que Deus estava me dando o presente da minha vida.

Você deve estar imaginando…. sim, o pai é o Kirk. É claro que não foi fácil pra nenhum de nós dois…. Ele lá e eu aqui…tantas incertezas pela frente. Nós 2 conversamos e acordamos que independente da situação, nós manteríamos sempre um ótimo relacionamento, pelo bem do bebê. No final das contas, ele tinha pais maravilhosos e isso é o que importa. Eu realmente espero e acredito que nós vamos conseguir manter uma amizade e parceria pra sempre, pela felicidade do Thomas.

E o trabalho, o que aconteceu…

Como mencionei, assim que cheguei comecei a fazer várias entrevistas. Unilever (uma das empresas que sempre quis trabalhar) me fez uma oferta de trabalho. Foi no meio da negociação que descobri que estava grávida.  Só Deus sabe o que senti….Imagine você estar grávida sozinha e  potencialmente ficar desempregada… Confesso que tive medo.                

Fui muito transparente e sincera. Eu literalmente sentei na frente do VP e abri o coração: contei a história, disse que sabia ser uma situação delicada e que eles se sentissem a vontade pra fazer o que fosse melhor. Nossa, que alívio quando ele me ligou e disse: “nós estamos contratando você por long term e não por 6 meses e além disso buscamos talento e não disponibilidade. Seu processo de contratação continua o mesmo”.  Wow….que alivio, mais uma batalha ganha.

Assim no dia 21 de fevereiro de 2011 eu comecei na Unilever Brasil na aréa de Marketing de sorvetes. Que benção !!!

Gravidez e nascimento

A gravidez foi razoavelmente tranquila….eu amava estar grávida…. foi muito mágico ver e sentir aquele serzinho se desenvolvendo dentro de mim. Claro que por outro lado foi difícil….você está sozinha e não sabe ao certo o que está por vir…. Várias vezes eu senti medo mas eu rezava e no fundo sabia que tudo correria bem. Eu mantive o Kirk informado de tudo… durante toda a gravidez. Eu acho que ele se sentia triste pois não sabia ao certo como seria sua relação com esse filho, mesmo comigo dizendo que ele sempre faria parte da vida dele.

Nos primeiros 4-5 meses eu estava morando com os meus pais, esperando meu container chegar dos US. Eles me mimaram muito nesse período e sou muito grata a isso. Minha vida era calma e consistia basicamente em ir trabalhar, ficar com a minha família, encontrar amigos e comprar coisas de bebê. Eu fiz um pouco de hidro ginastica pois sentia que ele amava água. Eu só trabalhei um pouco demais…. eu sentia que eu “devia” para a empresa porque eles me contrataram grávida…então trabalhei muito, mais do que deveria… Mas tudo bem, afinal de contas eu tinha conseguido o emprego.

Nascimento…. Foi no dia 21 de setembro de 2011, na Pró Matre Paulista. O dia mais importante da minha vida. Foi muito especial…o nascimento do meu tão sonhado filho. Meu sonho de tantos anos finalmente se tornando realidade.  Foi especial também pois o meu querido pai entrou comigo na sala de cirurgia (cesárea)para me ajudar naquele momento tão importante. Imaginem o quão especial foi pra ele também….ver a sua própria filha ter um filho e receber ao mundo o seu primeiro neto…. Minha família estava lá: mãe, irmã (que veio dos US), irmão e todos assistiram da janelinha da sala. Eu nunca vou esquecer o que senti quando ouvi seu chorinho, vi sua carinha pela 1ª vez ou quando eles  trouxeram pro meu quarto…..Fico com lágrimas nos olhos só de lembrar.

Era meu primeiro filho, o primeiro sobrinho, primeiro neto…um verdadeiro anjinho chegando na família Masagão. Emoção geral.  O papai Kirk veio ao Brasil conhece-lo depois de poucas semanas do seu nascimento e também ficou muito feliz e emocionado com a sua chegada.

Deus nos enviou esse precioso presente e sou muito grata a ele. Ele sabia que eu poderia dar conta do recado e que seria uma benção pra família toda. Todos babam até hoje.

Ele está esse mês fazendo um ano.  Só eu sei como foi esse ano… quanta alegria, emoção e porque não dizer medo também. Acredito que o 1º ano deve ser muito celebrado pois só quem é mãe sabe o que é o 1º ano de um filho. E mãe sozinha então…nem se fale : )

E a vida continua e se tiver a chance… eu estou pronta pra dar ao Thomas um irmãozinho ou irmãzinha porque a maternidade é muito mágica pra ser vivida apenas uma vez.

 

              

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *